Banner
Banner

Banner
Banner
Banner
Banner

Banner
Banner
Página Principal

PARQUE MÃE BONIFÁCIA

PEAAF - PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA AGRICULTURA FAMILIAR

Publicado em: Ter, 28 de Setembro de 2010 11:15

Última Atualização em: Sex, 04 de Março de 2016 15:51

Joelma Cavalcanti

Em 2013 a SEMA respondeu ao Edital 001/2013, do MMA/FNMA, para a “Formação de Agentes Populares de Educação Ambiental na Agricultura Familiar e Implementação de Projetos Comunitários de Educação Ambiental”, apresentando uma proposta de formação envolvendo as seguintes localidades: Assentamento Antônio Conselheiro, em Barra do Bugres, Tangará da Serra e Nova Olímpia; Assentamento Vida Nova I e II, em Peixoto de Azevedo; Assentamento Forquilha do Manso, em Rosário Oeste; Assentamento Santa Filomena e Comunidade Quilombola Capão Verde, em Poconé; e Assentamento Faval, em Nossa Senhora do Livramento. O projeto foi lançado oficialmente no dia 26 de outubro de 2015, no Palácio Clovis Vetoratto, com a presença do Governador Pedro Taques; da representante do Ministério do Meio Ambiente-MMA, Diretora Ana Beatriz Oliveira; Secretários da SEAF; SEDUC; SETAS e prefeitos municipais de Tangará da Serra, Nossa Senhora do Livramento, Poconé e Barra do Bugres. O Projeto visa formar até 180 Agentes Populares de Educação Ambiental na Agricultura Familiar, que ao final da formação com 240 horas/aula, deverão elaborar um projeto de educação ambiental. Cada turma terá um projeto selecionado para implementação. Para a seleção será formada um mesa com representantes da turma, dos parceiros e da SEMA. Os seis projetos selecionados serão encaminhados ao MMA para homologação e posterior fase de implementação dos projetos comunitários de Educação Ambiental. Em cada assentamento foi formada uma turma com 30 aprendentes, com exceção de Antônio Conselheiro que devido à sua extensão formou uma turma em Barra do Bugres, recebendo agentes de Nova Olímpia e uma turma em Tangará da Serra. Cada turma deverá elaborar uma peça publicitária de Educação Ambiental. Uma parceria foi assinada com a SEAF, SETAS e SEPLAN, para disponibilização de técnicos para ministrar alguns temas, alguns serão ministrados por profissionais da SEMA, e três profissionais serão contratados por chamada pública, para os temas: Elaboração de projetos; educomunicação e pesquisa-ação-participante. A fase de formação já está em execução, apenas o município de Peixoto de Azevedo deverá iniciar o curso em março de 2016, devido à estação das chuvas o que dificulta a trafegabilidade das estradas no assentamento. Seguindo programação, as aulas ocorrem uma vez por semana, em regime de 08h/a e deverão terminar até o dia 19 de dezembro. A partir da segunda quinzena de dezembro, durante todo o mês de janeiro e até o fim da primeira quinzena de fevereiro as aulas ficarão suspensas devido a dependência do transporte escola para os agentes. As aulas retornarão em fevereiro e deverão se estender até julho de 2016, quando os agentes passarão para a fase 2 que é a implementação do projeto comunitário de educação ambiental. Os temas: 1. Educação Ambiental (08h – SEMA) 2. Processos Educativos baseados na Pesquisa-ação Participante na Investigação de Temas Geradores (16h – contrato) 3. Educomunicação Sócio Ambiental (16h – contrato) 4. Noções de Elaboração de Projetos de EA (16h – contrato) 5. Espaços e Instrumentos de Gestão Ambiental Pública (08h – SEPLAN) 6. Preservação e Conservação da Biodiversidade ( 08h – SEMA) 7. Gestão Integrada de Recursos Hídricos no Meio Rural (08h – SEMA) 8. Regularização Ambiental das Propriedades da Agricultura Familiar ( 16h – SEMA) 9. Participação e Controle Social de Políticas Públicas (08h – SETAS) 10. Políticas Públicas para Agricultura Familiar (08h – SEAF) 11. Revolução Verde e seu Pacote Tecnológico para Agricultura (08h – SEAF) 12. Segurança e Soberania Alimentar (08h – SENAR) 13. Manejo Florestal de Uso Múltiplo (08h – SEMA) 14. Agroecologia e Sistemas Agroflorestais (08h – SEMA) 15. Práticas Produtivas Sustentáveis e Tecnologias Sociais (08h – SEAF) Paralelamente à execução do projeto de Formação de Agentes Populares de EA na AF, com recursos do Fundo Nacional do Meio Ambiente, constando da Linha 4 do PEAAF – Programa de Educação Ambiental na Agricultura Familiar, Mato Groso também vai implementar o PEAAF. No dia 26 de outubro de 2015, o Governador assinou também o Decreto Nº 306/2015 constituindo o Comitê Gestor do PEAAF-MT, formado por representantes da SEMA, SEDUC, SEAF, EMPAER e INCRA. Organizações de agricultores familiares serão convidadas para compor o Comitê. O Projeto e o Comitê Gestor são coordenados pela SEMA, por meio da Superintendência de Educação Ambiental. Maria Dulce de Resende Oliveira Tec. Des. Soc. Econômico – SUEA/CEA/SEMA
Voltar  |  Principal
Disque Denúncia
SEMA-MT

Telefone: (65) 3613-7200

Palácio Paiaguás, Rua C, CEP: 78.049-913 - Cuiabá - Mato Grosso

CNPJ: 03.507.415/0023-50