Banner
Banner

Banner
Banner
Banner
Banner

Banner
Banner
Página Principal

PROGRAMAS E PROJETOS

Programa Arpa

Publicado em: Sex, 29 de Outubro de 2010 10:17

Última Atualização em: Sex, 17 de Dezembro de 2010 09:13

William Gusmão

PROGRAMA ÁREAS PROTEGIDAS DA AMAZÔNIA – ARPA

 

 OBJETIVO: O Programa Áreas Protegidas da Amazônia – ARPA é um Programa do Governo Federal que, em parceria com os estados inseridos no Bioma Amazônia, se propõe a executar a gestão das Unidades de Conservação visando alcançar os objetivos comuns para a criação, a implantação e a efetivação do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) e dos sistemas estaduais, como o que ocorre no Estado de Mato Grosso quando se refere à implementação do SEUC que apóia a conservação de amostras ecologicamente representativas da diversidade biológica da Amazônia. 

 

 

  • ÁREA DE ABRANGÊNCIA: Bioma Amazônia

 

 

  • CONCEDENTE: Governo Brasileiro/MMA, GEF- Fundo Global para o Meio Ambiente/ Banco Mundial, WWF, KFW - Instituto Alemão para Reconstrução.

 

  • PARCERIAS: IBAMA, FUNBIO, GOVERNOS ESTADUAIS E MUNICIPAIS.

 

  • PERÍODO DE EXECUÇÃO: 2003 a 2021 

  

  • VALOR DO PROJETO: Para a fase de implantação, os primeiros quatro anos, o projeto vai receber US$ 81,5 milhões advindos do GEF - Fundo Global para o Meio Ambiente, do KFW - Instituto Alemão para Reconstrução, do WWF e do Governo Brasileiro. E ainda cada UC tem um valor determinado. Vários doadores.

 

  • PRINCIPAIS AÇÕES:

 

  • Criação de UCs. Mato Grosso se propõe a criar 600.000,00 hectares de novas unidades de conservação no Bioma Amazônico, com três novas unidades;

 

  • Consolidação de UCs (Grau I). Apoio às Ucs estaduais, tais como a Estação Ecológica do Rio Ronuro, o Parque Estadual Cristalino I e II e o Parque Estadual Xingu. Apoiando a proteção de todos os aspectos da diversidade ambiental das UC´s e a diversidade cultural a elas associadas;

 

  • Consolidação de UCs (Grau II). O Programa apóia o Parque Estadual Igarapés do Juruena através do fortalecimento da efetivação da UC, preparando a sua gestão e no alcance da execução do programa para acessar o Fundo de Áreas Protegidas – FAP o que garantirá a sua sustentabilidade financeira em longo prazo;

 

 

  • RESULTADOS OBTIDOS/ PREVISTOS: 

 

  • Criação do Conselho Consultivo do Parque Estadual Igarapés do Juruena, e do Parque Estadual do Cristalino;
  • Monitoramento e proteção- ações de fiscalização do Parque Estadual Igarapés do Juruena, Parque Estadual do Xingu e Estação Ecológica do Rio Ronuro;
  • Criação, implantação e gestão de três unidades de conservação estaduais: Cabeceiras do Grande Xingu, Manissauá Miçu e Igarapés Guariba-Roosevelt;
  • Elaboração de Planos de Manejo para as UCs.

 

 

 

Voltar  |  Principal
Disque Denúncia
SEMA-MT

Telefone: (65) 3613-7200

Palácio Paiaguás, Rua C, CEP: 78.049-913 - Cuiabá - Mato Grosso

CNPJ: 03.507.415/0023-50