Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > SEMA > Notícias > Sema firma parceria com Comitê e municípios para Campanha de Balneabilidade
Início do conteúdo da página
SEMA
Publicado: Segunda, 05 de Julho de 2021, 12h52 | Última atualização em Segunda, 05 de Julho de 2021, 12h52 | Acessos: 125 | Categoria: Notícias
CBH Baixo Teles Pires - Foto por: CBH Baixo Teles Pires
imagem sem descrição.

O Laboratório de Monitoramento da Água e do Ar da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) fez uma parceria com o Comitê de Bacia Hidrográfica (CBH) Médio Teles Pires e as secretarias municipais de meio ambiente de Guarantã do Norte, Colíder e Peixoto de Azevedo para viabilizar a realização da Campanha de Balneabilidade das praias destes municípios.

A campanha de balneabilidade começa no dia 4 de Julho. O objetivo é analisar a qualidade da água e verificar as condições das praias estaduais utilizadas para banho. Em 2020, devido a pandemia, ela não aconteceu. A parceria será importante para viabilizar a realização das amostragens e dar continuidade a este importante trabalho para a população.

“A otimização dos esforços gera economia de recursos e benefícios para a população. Se aumentarmos as parcerias, podemos aumentar o número de locais avaliados, mesmo neste período crítico da pandemia”, avaliou o coordenador de monitoramento da qualidade ambiental da Sema, Sergio Figueiredo

Equipe técnica da Sema realizou um treinamento virtual com os parceiros para orientar a realização da coleta microbiológica e da medição do pH para a realização das coletas. Também passou instruções sobre o acondicionamento das amostras e envio para o Laboratório da Secretaria, em Cuiabá.

No acordo firmado, a Sema será responsável pela disponibilização de material de coleta, treinamento, análises das amostragens e emissão de boletins de análise. As prefeituras farão a coleta, armazenagem e despacho ao laboratório e o CBH pela mobilização e possíveis despachos dos materiais disponíveis.

“A Coordenadoria de Monitoramento da Água e do Ar tem como competência a realização da Campanha da Balneabilidade. É necessário que os usuários apontem os locais onde ocorrem a recreação de contato primário, locais de interesse público avaliar a condição de balneabilidade. Por isso é vital a parceria com os CBHs, pois eles conhecem a realidade local e podem auxiliar no processo”, explicou Sergio.

A campanha ocorre no início do período seco, que é quando as temperaturas aumentam, a vazão dos rios baixa, as praias fluviais aparecem e o fluxo de banhistas aumenta.

Como é feita a análise

A coleta da balneabilidade tem a sua metodologia descrita na Resolução nº 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente. Ela consiste na realização de amostragens durante cinco semanas consecutivas. São coletadas amostras de água em locais utilizados por banhistas para recreação de contato primário (balneabilidade), no trecho onde é possível atingir a isóbata de 1 m.

É coletada amostra para análise microbiológica e medido o pH. As amostras são acondicionadas em caixas térmicas e enviadas para análise no Laboratório da Sema, em Cuiabá, onde são processadas. Esse processo vai se repetir uma vez por semana, durante 5 semanas.

Ao final, técnicos da Sema emitem um boletim informando se a praia está PRÓPRIA (excelente, muito boa ou satisfatória) ou IMPRÓPRIA para banho.

Texto: Renata Prata*

Registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página

Central de Atendimento Integrado ao Cidadão (CAIC)

0800 647 0111

Disque-Denúncia

0800 65 3838