Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > SEMA > Notícias > Sema inicia coleta para campanha de balneabilidade em Cáceres
Início do conteúdo da página
SEMA
Publicado: Sexta, 09 de Julho de 2021, 20h58 | Última atualização em Sexta, 09 de Julho de 2021, 20h58 | Acessos: 84 | Categoria: Notícias
Pantanal - Foto por: Marcos Vergueiro
imagem sem descrição.

A campanha de balneabilidade coordenada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) teve início esta semana em Cáceres. Serão analisadas a qualidade da água e verificadas as condições de banho em 5 praias no município: Praia da Carne Seca, Praia Daveron, Praia do Iate Clube, Praia do Julião e Córrego Peraputanga (cachoeira).

O Laboratório de Monitoramento da Água e do Ar da Sema e a Diretoria de Unidade Desconcentrada de Cáceres trabalham em parceria para realizar a coleta no município. O laboratório enviou o material para coleta e a regional fará as amostragens e enviará as amostras para o processamento em Cuiabá.

A campanha de balneabilidade, que teve início no dia 4 de julho em Mato Grosso, ocorre no início do período seco, que é quando as temperaturas aumentam, a vazão dos rios baixa, as praias fluviais aparecem e o fluxo de banhistas aumenta.

Parcerias

A parceria, tanto com as regionais da Sema como com os Comitês de Bacias Hidrográficas e secretarias municipais de meio ambiente, será importante para viabilizar a realização das amostragens, abranger mais locais de recreação e dar continuidade a este importante trabalho para a população durante a pandemia.

A Sema fez uma parceria com o Comitê de Bacia Hidrográfica (CBH) Médio Teles Pires e as secretarias municipais de meio ambiente de Guarantã do Norte, Colíder e Peixoto de Azevedo para viabilizar a realização da Campanha de Balneabilidade das praias destes municípios.

O coordenador de Monitoramento da Qualidade Ambiental, Sergio Figueiredo, explicou que a Sema tem como competência a realização da Campanha da Balneabilidade, porém é necessário que os usuários apontem os locais onde ocorrem a recreação de contato primário, locais de interesse público avaliar a condição de balneabilidade.

Como é feita a análise

A coleta da balneabilidade tem a sua metodologia descrita na Resolução nº 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente. Ela consiste na realização de amostragens durante 5 semanas consecutivas. São coletadas amostras de água em locais utilizados por banhistas para recreação de contato primário (balneabilidade), no trecho onde é possível atingir a isóbata de 1 m.

É coletada amostra para análise microbiológica e medido o pH. As amostras são acondicionadas em caixas térmicas e enviadas para análise no Laboratório da Sema, em Cuiabá, onde são processadas. Esse processo vai se repetir uma vez por semana, durante 5 semanas.

Ao final, técnicos da Sema emitem um boletim informando se a praia está PRÓPRIA (excelente, muito boa ou satisfatória) ou IMPRÓPRIA para banho.

Registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página

Central de Atendimento Integrado ao Cidadão (CAIC)

0800 647 0111

Disque-Denúncia

0800 65 3838