Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > SEMA > Notícias > Sema flagra construção ilegal no Refúgio Corixão da Mata Azul e aplica multa de R$ 30 mil
Início do conteúdo da página
SEMA
Publicado: Segunda, 23 de Maio de 2022, 21h09 | Última atualização em Segunda, 23 de Maio de 2022, 21h10 | Acessos: 181 | Categoria: Notícias
Fiscalização do Parque Estadual do Araguaia e Refúgio de Vidas Silvestres Corixão da Mata Azul - Foto por: Sema-MT
imagem sem descrição.

A Gerência do Parque Estadual do Araguaia e o Núcleo de Polícia Militar de Novo Santo Antônio encontraram, no último sábado (21.05), três homens fazendo uma construção ilegal dentro da Unidade de Conservação Refúgio de Vidas Silvestres Corixão da Mata Azul, localizado no município de Novo Santo Antônio (1.232km distante de Cuiabá). Durante a ação, uma pessoa foi conduzida até a delegacia e recebeu multa de R$ 30 mil por infração ambiental.

A equipe estava na região em uma atividade de monitoramento de rotina no entorno do Parque Estadual do Araguaia, quando foram encontrados três homens, em um acampamento ilegal, construindo o alicerce de uma casa. A atividade é ilegal pois o Refúgio é uma unidade de proteção integral. 

Um deles portava uma Pistola calibre 380 municiada, e mais dois pentes carregados de balas. Foram encontrados mais uma arma de fogo calibre 22, uma motosserra, e mais 140 (cento e quarenta) munições de diversos calibres. Após todos os procedimentos de inspeção, a Polícia Militar registrou o boletim de ocorrência, conduziu um suspeito para a Polícia Judiciária Civil de Alto Boa Vista.

 

O Refúgio Corixão da Mata Azul é uma unidade de proteção integral, criada pela Lei Estadual nº 7.519 de 28 de setembro de 2001, e faz divisa com o Parque Estadual do Araguaia, na região Leste de Mato Grosso. 

 

Denuncie crimes ambientais 

O cidadão que se deparar com qualquer crime ambiental deve realizar denúncias pelos telefones 0800 065 3838, e WhatsApp (65) 99321-9997.

Registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página

Coordenadoria de Atendimento ao Cidadão - CATE

0800 647 0111

Disque-Denúncia

0800 065 3838