Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > SEMA > Notícias > "Sempre ouvi falar de onça e Pantanal, e agora tive o privilégio de ‘ver’ de perto", relata funcionário do Parque Mãe Bonifácia
Início do conteúdo da página
SEMA
Publicado: Segunda, 21 de Novembro de 2022, 14h05 | Última atualização em Segunda, 21 de Novembro de 2022, 14h05 | Acessos: 131 | Categoria: Notícias
Governo apresenta vídeo em realidade virtual a frequentadores do Parque Mãe Bonifácia - Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT
imagem sem descrição.

A experiência de ver a onça-pintada, o maior felino das Américas e terceiro maior felino do mundo, com óculos de realidade virtual, impressionou Augusto Gusmão Santana, 38, funcionário terceirizado que trabalha no Parque Estadual Mãe Bonifácia. Ele foi um dos frequentadores do espaço que experimentaram uma imersão 360º nos biomas Amazônia, Cerrado e Pantanal, na manhã desta sexta-feira (18/11). 

A experiência foi proporcionada pelo Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), que disponibilizou no local três óculos de realidade virtual. As imagens foram as mesmas apresentadas pela comitiva mato-grossense na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-27), no Egito.

"Sempre ouço falar da onça pela TV e pelos jornais, mas agora tive o privilégio de senti-la perto. Parece que ela caminha para perto de nós, é impressionante. Mais pessoas precisam ver isso. Fico até sem palavras para expressar o meu sentimento quando assisti", relata.

Nascido e criado em Cuiabá, Santana conta que ainda não conheceu o Pantanal mato-grossense pessoalmente, mas garante que a experiência vivenciada o fez sentir como se estivesse em meio ao bioma.

Sensação parecida foi relatada pela pedagoga Eleonira Lima, que também aproveitou a experiência imersiva na manhã desta sexta-feira. Para a frequentadora do Parque Estadual, a iniciativa do Governo de Mato Grosso de levar as belezas naturais para o mundo, assim como divulgá-la para o Brasil, é importante para ampliar a conscientização da população e ajudar na manutenção do meio ambiente. "Foi uma experiência muito boa. A minha vontade era de estar lá pessoalmente”, afirma.

Eleonira também pontua que a tecnologia, como o aparelho de realidade virtual levado pelo Governo de Mato Grosso, torna alguns espaços mais acessíveis para todos.

"Muitas pessoas não têm condições de conhecer in loco muitos dos lugares apresentados, com esses diferentes biomas que temos em Mato Grosso, e a tecnologia ajuda não apenas a democratizar o acesso, mas contribui para a educação ambiental. É um desafio, uma coisa inovadora, interessante e necessária para a divulgação da manutenção das questões ecológicas. E cada um fazendo a sua parte e buscando um mundo melhor", completou.

Governo apresenta vídeo em realidade virtual a frequentadores do Parque Mãe Bonifácia
Créditos: Mayke Toscano/Secom-MT

Apesar já conhecer pessoalmente os biomas Pantanal e Amazônia, Leonardo Burlamaqui manteve o olhar atento para captar detalhes das paisagens. Para ele, o óculos de realidade virtual dá um novo significado aos pontos turísticos. "Uma das coisas mais incríveis da experiência é o fato de olharmos para baixo e estar imerso na paisagem", observa.

Conforme a secretária de Comunicação do Estado, Laice Souza, esta iniciativa é um dos produtos inovadores que o Governo está implementando em ambientes virtuais, como o metaverso, para mostrar a realidade da preservação do meio ambiente e produção sustentável. 

"O governador Mauro Mendes já propôs levar esta tecnologia para dentro da sala de aula, para conectar o aluno com aulas imersivas. O metaverso vai possibilitar experiências que ampliem o conhecimento de nossos estudantes e contribuam para a melhoria do aprendizado", afirma.

 

Realidade virtual

A imersão em 360º, com óculos de realidade virtual, apresentada no Parque Estadual Mãe Bonifácia, foi produzida integralmente pela Secom, para apresentar o Estado de Mato Grosso na 27ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP-27), em Sharm El Sheik, no Egito.

Nas imagens, é possível participar de uma navegação pelas águas do Pantanal, com direito ao raro avistamento de uma onça-pintada, animal ameaçado de extinção. São mostrados peixes submersos em águas cristalinas, uma caminhada pela mata amazônica com suas árvores de até 50 metros e a cachoeira Salto do Utiariti, considerada a queda d'água mais bonita de Mato Grosso.

Assista ao vídeo 360º aqui. 

 

Texto| Lorena Bruschi

 

Registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página

Coordenadoria de Atendimento ao Cidadão - CATE

0800 647 0111

Disque-Denúncia

0800 065 3838