Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > SEMA > Notícias > Sema-MT devolve à natureza jaguatirica após três meses em tratamento
Início do conteúdo da página
SEMA
Publicado: Sexta, 25 de Novembro de 2022, 17h59 | Última atualização em Sexta, 25 de Novembro de 2022, 17h59 | Acessos: 165 | Categoria: Notícias
Procedimento de implante de microchip em jaguatirica resgatada pela Sema-MT - Foto por: Sema-MT
imagem sem descrição.

Uma jaguatirica, resgatada em agosto deste ano, no município de Denise (218 km distante de Cuiabá), pela Diretoria de Unidade Desconcentrada (DUD) de Tangará da Serra, recebeu cuidados veterinários após ser atropelada e foi devolvida à natureza no último dia 22 de novembro.

O animal recebeu tratamento especializado, por três meses, em uma das clínicas credenciadas junto à Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema-MT). Foram realizados exames de imagem e de sangue, cuidados intensivos com medicamentos e controle da dor. Não houve fratura ou outra complicação que impedisse sua soltura. O tratamento foi acompanhado pela gerência de Fauna Silvestre da Sema-MT.

Um microchip foi implantado no dorso do animal, sob a pele, no mesmo local feito em animais de estimação, explica o veterinário e gerente de Fauna Silvestre da Sema-MT, Fernando Siqueira. Este monitoramento serve para identificar o animal com um leitor de microchip, em caso de captura futura.

A soltura foi realizada pela DUD de Tangará da Serra em área próxima em que o animal foi encontrado, após estar totalmente apto a retornar ao habitat natural.

A clínica veterinária Anjo da Guarda, localizada em Várzea Grande, realizou o tratamento. Ela é uma das quatro clínicas credenciadas para o cuidado veterinário da fauna silvestre. O Governo de Mato Grosso investe neste ano R$ 800 mil para esta ação, com recursos previstos no Plano Estadual de Combate ao Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais. 

 

Denúncias ou entrega voluntária de animais 

Para denunciar, solicitar resgate ou entrega voluntária de animais silvestres, basta entrar em contato com a Sema pelo telefone 0800 065 3838 ou com o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental pelo 190 ou (65) 99987-4024. 

Veja o vídeo clicando AQUI.

 

Texto | Lorena Bruschi

Registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página

Coordenadoria de Atendimento ao Cidadão - CATE

0800 647 0111

Disque-Denúncia

0800 065 3838