Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > SEMA > Notícias > Tuiuiú resgatado pela Sema com ferimento de bala é devolvido à natureza
Início do conteúdo da página
SEMA
Publicado: Segunda, 19 de Fevereiro de 2024, 15h10 | Última atualização em Quinta, 22 de Fevereiro de 2024, 18h23 | Acessos: 237 | Categoria: Notícias
O animal, que teve a asa e a pelve atingidas pela bala, recebeu cuidados veterinários por mais de 20 dias. Crédito - Sema-MT
O animal, que teve a asa e a pelve atingidas pela bala, recebeu cuidados veterinários por mais de 20 dias. Crédito - Sema-MT
O animal, que teve a asa e a pelve atingidas pela bala, recebeu cuidados veterinários por mais de 20 dias. Crédito - Sema-MT

O tuiuiú resgatado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) com ferimentos causados por arma de fogo retornou para a vida em natureza. A ave, considerada símbolo do Pantanal, foi encontrada por duas professoras nas proximidades do perímetro urbano de Porto Alegre do Norte (a 1.143 km de Cuiabá) e encaminhada à Diretoria de Unidade Desconcentrada (DUD) da Sema-MT pelo Núcleo Bombeiro Militar de Confresa (NBM).

O animal, que teve a asa e a pelve atingidas pela bala, recebeu cuidados veterinários por mais de 20 dias e após a melhora do quadro clínico e o ganho de peso apresentou condições para voltar ao seu habitat natural, disse a médica veterinária Daiane Gonçalves Vieira, credenciada à Sema-MT pela Clínica Mascote. “Após tratamento conservador, por se tratar de fratura fechada, ele pôde voltar ao seu habitat com a saúde recuperada e com um ganho de peso de 1,2 kg”.

O tuiuiú foi medicado com analgésico, anti-inflamatório, antibiótico e fluidoterapia, este último procedimento para corrigir a desidratação. Também passou por exames de imagem (raio-x).

O resgate aconteceu após o contato feito pelas professoras Rosivania de Queiroz Ribeiro e Cléia Santos com a unidade desconcentrada da Sema-MT em Confresa. Rosivania estava a caminho do trabalho quando encontrou o tuiuiú com dificuldades para caminhar. “O animal parecia estar bem, mas quando cheguei mais próximo vi que ele estava machucado. Se a gente não fizesse nada, acredito que ele não teria muita chance”, completou.

O diretor da unidade do órgão ambiental em Confresa, Edivaldo Soares Silva, conta que rapidamente o Núcleo Bombeiro Militar de Confresa chegou até o local, realizou o resgate e transportou a ave para a clínica veterinária. E que o sucesso na recuperação do tuiuiú é resultado da soma de esforços dos servidores públicos, das professoras e da comunidade local que se comoveu e se mobilizou para dar um final feliz a essa história.

A ave foi solta na fazenda Campo Limpo, no município de Porto Alegre do Norte, junto com um tucano apelidado de “Chiquinho”, que também estava em tratamento. Participaram da soltura, veterinários da Clínica Mascote, servidores da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, do Corpo de Bombeiros Núcleo Confresa e da Sema-MT, e a professora Cléia Santos.

Veja aqui o vídeo da soltura do tuiuiú na natureza.


Sema-MT

Canal de denúncia

A Sema-MT atende denúncias da população contra crimes ambientais e pescas predatórias pela Ouvidoria, no telefone 0800 065 3838, pelo e-mail ouvidoria@sema.mt.gov.br, pelo WhatsApp (65) 98153-0255 e em suas Unidades Regionais (acesse a lista aqui).

Quem se deparar com algum crime ambiental também pode denunciar por meio do contato da Polícia Militar 190.

CRÉDITO: Nayara Takahara | Sema-MT

Registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página

Coordenadoria de Atendimento ao Cidadão - CATE

0800 647 0111

Disque-Denúncia

0800 065 3838