Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > SEMA > Notícias > Mato Grosso apresenta avanços na gestão e monitoramento hídrico no Fórum Mundial da Água
Início do conteúdo da página
SEMA
Publicado: Quinta, 23 de Maio de 2024, 18h46 | Última atualização em Quinta, 23 de Maio de 2024, 18h53 | Acessos: 282 | Categoria: Notícias
Sema-MT
imagem sem descrição.
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema) apresentou, durante o 10º Fórum Mundial da Água, em Bali, na Indonésia, os avanços do Estado na gestão de recursos hídricos, ocorridos nos últimos anos. 

Durante o painel sobre a gestão de recursos hídricos, que também contou com a participação de representantes dos estados de São Paulo e Sergipe, e do município de Piracicaba (SP), a secretária Mauren Lazzaretti pontuou a criação do Fundo Estadual de Recursos Hídricos, o fortalecimento dos 11 Comitês de Bacia Hidrográfica, a implementação dos planos de bacias hidrográficas e o lançamento do sistema digital Siga Hídrico.

Mauren frisou ainda o estudo hidrogeológico que está em andamento e é voltado ao conhecimento da disponibilidade hídrica subterrânea, executado pela Universidade Federal de Viçosa, com apoio da Universidade de Nebraska (EUA).

“Aproveitamos a oportunidade para destacar que Mato Grosso vem melhorando progressivamente a gestão de recursos hídricos para garantir o aumento da produtividade, geração de renda e segurança hídrica. Toda estratégia está alinhada com o programa Carbono Neutro, que amplia a produção no Estado sem abrir novas áreas, aproveitando aquelas com baixa produtividade ou degradadas”.

Mauren ressaltou que o programa Carbono Neutro fomenta a recuperação de áreas degradadas, integra a lavoura pecuária e floresta como estratégia para aumentar a produção, sem ampliar áreas, visando o alcance da meta de neutralizar as emissões de carbono até 2035.

Junto com a secretária, o prefeito de Piracicaba, Luciano Santos Tavares de Almeida, a superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) de São Paulo, Mara Ramos, e a secretária de Estado do Meio Ambiente, Sustentabilidade e Ações Climáticas de Sergipe, Deborah Cristina de Andrade Menezes Dias, destacaram o que cada estado e município têm aprimorado e investido no segmento. O painel foi intermediado pela representante da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), Renata Rozendo Maranhão.

 *Texto*Maricelle Lima Vieira | Sema-MT 
Registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página

Coordenadoria de Atendimento ao Cidadão - CATE

0800 647 0111

Disque-Denúncia

0800 065 3838