Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > SEMA > Notícias > MT registra queda de 18% na taxa de desmatamento no Cerrado
Início do conteúdo da página
SEMA
Publicado: Quinta, 30 de Novembro de 2023, 14h04 | Última atualização em Quinta, 30 de Novembro de 2023, 14h15 | Acessos: 130 | Categoria: Notícias
Redução ocorreu no período de agosto de 2022 a julho de 2023
imagem sem descrição.
Mato Grosso registrou queda de 18% na taxa de desmatamento no Cerrado, no período de agosto de 2022 a julho de 2023. Os dados são do  Programa de Monitoramento da Floresta Amazônica Brasileira por Satélite (Prodes), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Segundo o Inpe, o pior resultado do período está concentrado no Matopiba – região do Cerrado composta pelo Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia que, juntas, respondem por 75% da área desmatada no bioma.  Somente a Bahia teve aumento de 38%.

Conforme o secretário adjunto Executivo da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), Alex Marega, a queda é resultado das ações de prevenção e combate ao desmatamento ilegal do Governo de Mato Grosso. 

“Isso só demonstra que a responsabilização do infrator está surtindo efeito e que a regularização é um dos caminhos. Isso é motivo de orgulho para todos nós”, afirmou.

Exclusivamente no bioma, foram aplicados R$ 189,6 milhões em multas ambientais por combate ao desmatamento ilegal nos onze meses de 2023. Ao todo, 1.407 autos de infração foram lavrados e 906 áreas embargadas.

Além de Mato Grosso, o estado de Goiás também registrou no período queda de 18% na taxa de desmatamento no bioma.
 
                     Foto: Karla Silva/ Sema-MT
 
Desmatamento ilegal zero

No acumulado de 2004 a 2023, Mato Grosso registrou diminuição de 90% na taxa de desmatamento no Cerrado. De acordo com Marega, o Estado é reconhecido pelo MapBiomas pela firme atuação no combate ao desmatamento.

“O MapBiomas reconhece que Mato Grosso chegou a mais de 65% de ações de combate ao desmatamento ilegal, desde 2019, sendo que a média nacional, sem Mato Grosso, é de 10%”, disse. Segundo o secretário adjunto, no monitoramento feito pelo Estado o percentual é superior a 80%.

“Com os investimentos do Governo de MT e o agir rápido da Sema, que impede a continuidade do desmatamento ainda no início, estamos revertendo essa curva e aumentando a legalidade”, completou ao acrescentar que nos últimos cinco anos foram investidos mais de R$ 240 milhões em ações de prevenção e combate aos incêndios florestais e desmatamento ilegal.

Considerado o segundo maior bioma do Brasil, o Cerrado cobre cerca de 25% do território nacional e abrange 13 estados. Somente em Mato Grosso, representa 40% do território estadual.
 
 
 
                         Mato Grosso reduziu 90% do desmatamento no Cerrado, no acumulado entre 2004 a 2023.
 
CRÉDITO: Nayara Takahara | Sema-MT
Registrado em: ,,
Fim do conteúdo da página

Coordenadoria de Atendimento ao Cidadão - CATE

0800 647 0111

Disque-Denúncia

0800 065 3838